A Universidade de Lisboa passou a integrar, como core partner, o EIT Urban Mobility (European Institute of Innovation and Technology). O Centro de Estudos Geográficos e o IGOT-ULisboa vão colaborar nesta iniciativa com o objetivo de criar espaços urbanos habitáveis.

A entrada da ULisboa nesta iniciativa — oficialmente aprovada na Assembleia Geral do EIT em Eindhoven no início do mês de março — abre um conjunto de oportunidades no âmbito da investigação e também da educação, dado o acesso ao cofinanciamento destas atividades e expansão das nossas ações através de uma sólida rede de excelência de empresas, entidades públicas, universidades, centros de investigação, empresas ligadas à tecnologia e outros agentes. O EIT Urban Mobility tem um co-financiamento do European Institute of Innovation and Technology de 400 M€ para um primeiro período de 6 anos (2020-2026).

A Reitoria da Universidade de Lisboa designou uma equipa de coordenação que estimulará e facilitará a participação das diferentes Escolas da Universidade de Lisboa, dos seus investigadores, docentes e alunos, nas ações que o EIT Urban Mobility irá promover. Essa equipa é constituída pelo Professor José M. Pinto Paixão (Vice-Reitor), Professora Rosário Macário (IST); Professor Vítor Escária (ISEG) e apoiada pelo Professor David Vale (FA), Professor Fernando Nunes da Silva (IST), Professor Nuno Marques da Costa (CEG-IGOT) e Professora Teresa Vazão (IST).

O objetivo central do EIT Urban Mobility é o de acelerar a transferência de inovação relativa à mobilidade urbana, de forma a melhorar a sua condição de sustentabilidade e qualidade de vida.

Os programas EIT Urban Mobility focam-se em oito os desafios:

  1. Challenge 1 (C1) Achieving sustainable urban growth;
  2. Challenge 2 (C2) Decongesting our transport networks;
  3. Challenge 3 (C3) Growing interdisciplinary talent;
  4. Challenge 4 (C4)  Eco-efficient and safe transport for people and goods, including waste;
  5. Challenge 5 (C5)  Data exploitation
  6. Challenge 6 (C6) Boosting the competitiveness of the mobility industry;
  7. Challenge 7 (C7) Shaping the framework for regulatory and behavioural change;
  8. Challenge 8 (C8);  Urban governance.

De acordo com estes desafios, encontram-se já abertas duas calls para projetos de investigação e inovação:

– A call para 2020 (para atividades a serem executadas em 2020) tem como prazo final o dia 17 abril. Esta chamada tem âmbito temático mais limitado e focaliza-se no “Envolvimento dos Cidadãos e Atividades RIS a serem executadas em 2020“.

– A call para de 2021 (para atividades a serem executadas em 2021) tem como prazo final o dia 30 de abril.