O CEG acolhe o Projeto FORLAND – Disastrous floods and landslides in Portugal: driving forces and applications for land use planning (PTDC/ATP-GEO/1660/2014), financiado pela FCT, com início a 1 de Junho de 2016. Nos próximos 36 meses, uma equipa multidisciplinar de 21 investigadores, coordenados pela Doutora Susana Pereira irá estudar as forças motrizes dos desastres hidro-geomorfológicos em Portugal e propor orientações proativas para o ordenamento do território.

Este projeto interdisciplinar, no qual se juntam geógrafos, climatólogos, geólogos, sociólogos e engenheiros civis, inclui como instituições parceiras o Centro de Estudos Geográficos da Universidade de Lisboa, o Instituto Dom Luís da Universidade de Lisboa, o Centro de Estudos Sociais da Universidade de Coimbra, e a Direção Geral do Território.

O Projeto FORLAND tem como objetivo chave compreender a natureza multifacetada dos eventos de desastres associados a cheias e movimentos de massa em vertentes de carácter danoso que ocorreram em Portugal Continental, tendo como ponto de partida a base de dados Disaster (1865-2015).

A exploração dos eventos hidro-geomorfológicos com carácter danoso será realizada tendo em conta quatro forçadores principais (condições meteorológicas e eventos climáticos extremos; constrangimentos físicos dos movimentos de massa em vertentes e das cheias; mudanças na ocupação do solo e exposição; vulnerabilidade territorial), que irão contribuir para a definição de perfis de risco para os 278 municípios.

O projeto FORLAND irá fornecer uma caixa de ferramentas, incorporando orientações para o ordenamento do território, ferramentas de gestão do risco de desastres e estratégias de adaptação que visam promover a redução dos desastres, baseando-se em perfis municipais de risco e envolvendo cientistas e stakeholders.

<<Aceda aqui ao site do Projeto>>