O SLIF possui atualmente 7 investigadores efetivos e 9 investigadores associados, dos quais 5 são estudantes de doutoramento.

Na investigação desenvolvida pelo SLIF dominam as temáticas associadas à dinâmica atual e herdada de sistemas litorais e fluviais, com ênfase para o estudo dos processos em litorais arenosos, rochosos, estuários, bacias hidrográficas, planícies aluviais e ravinas.

O SLIF tem testado e proposto metodologias com base em instrumentação e análise espacial para avaliar os fatores condicionantes e desencadeantes dos processos atuais e herdados. Salienta-se o estudo das consequências da subida do nível do mar e da ocorrência de eventos extremos no litoral, em estuários e em bacias hidrográficas, incluindo planícies aluviais.

De entre os vários projetos de I&D financiados nacional e internacionalmente destacam-se:

(i) (2005-2008) CarDune – Carbonate dunes as palaeoclimatic records in the littoral of Portugal (POCTI/MAT/12345/2004; PPCDT/CTE-GEX/59643/2004);

(ii) (2007-2011) BISHOP – Bioprotection and bioerosion on shore platforms in the Algarve and Estremadura (Portugal South and West coast) (PTDC/CTE-GEX/70448/2006);

(iii) (2010-2013) FMI 5000 – Environmental changes: Fluvio-marine interactions over the last 5000yrs (PTDC/CTE-GIX/104035/2008);

(iv) (2010-2013) SECOA: Solutions for Environmental Conflicts in Coastal Areas (FP7- ENV-244251, European Commission); (2013 – )

(v) JUSCOM – Meet the judge. Justice and communities in a transitional period: 1481-1580 (PTDC/EPH-HIS/4323/2012).

Grande parte da investigação fundamental produzida no SLIF é aplicada no ordenamento e gestão costeira e de bacias hidrográficas, com destaque para o zonamento de áreas de risco de erosão e inundação, para o uso sustentável de recursos e para a produção de ferramentas de apoio à decisão à escala local, regional e nacional. Têm sido desenvolvidos vários contratos com o setor público e privado visando estas temáticas.

Objetivos

Os objetivos do SLIF centram-se na dinâmica de sistemas litorais e fluviais atuais e herdados e na aplicação destes conhecimentos ao ordenamento e à gestão do território. Salientam-se:

(i) Análise de processos litorais e fluviais

Estudo de processos marinhos e eólicos associados à dinâmica atual em praias, dunas, arribas, e sistemas compósitos.

Estudo de processos fluviais atuais e herdados em bacias hidrográficas e planícies aluviais (evolução holocénica; variabilidade no escoamento fluvial; processos erosivos; avaliação e ordenamento sustentável de recursos naturais).

(ii) Subida do nível do mar e mudanças ambientais

Avaliação das mudanças ambientais holocénicas e atuais em áreas de interface fluvio-marinho e resiliência dos sistemas presentes, incluindo os processos geomorfológicos e sedimentares envolvidos.

(iii) Eventos extremos marinhos e fluviais

Avaliação do impacto de eventos extremos em SLF, incluindo o estudo de situações hidrológicas extremas marinhas e fluviais, baseados em registos instrumentais, em indicadores e em modelação espacial para previsão e avaliação de suscetibilidades, perigosidades, exposições  e vulnerabilidades.

(iv) Ordenamento e planeamento territorial em ambientes costeiros e fluviais

Aplicação do conhecimento fundamental da dinâmica litoral e fluvial ao ordenamento e planeamento territorial, incluindo o desenvolvimento de ferramentas para o apoio à decisão e o estabelecimento de parcerias com o setor público e privado.

Website

http://slif.ulisboa.pt

Equipa de Investigação

Coordenador

Investigadores efetivos

Investigadores colaboradores

Investigadores associados