“Can the numbers speak for cities?” é o tema da Digital Geographies Conference que decorreu dia 20 de dezembro na Sala de Conferências Jorge Gaspar.

Organizada pelo grupo de investigação ZOE, que lida com dinâmicas e políticas urbanas e regionais, esta conferência contou com painéis focados em temas como “The pervasivity of technologies in different urban sectors” (tópico estendido em duas sessões) e “Digital spaces showcase; the digital in geography-retrospective and prospective”.

A sessão de abertura teve a presença de José Manuel Simões, Presidente do IGOT, e Mário Vale, organizador e Director do Centro de Estudos Geográficos. Teresa Barata-Salgueiro moderou a sessão “Smart Cities, Open Innovation: a sympathetic critique”, liderada por Williem van Winden (Amsterdam University of Applied Sciences).

Houve também uma mesa-redonda sob o mote “Thinking about the future: challenges and opportunities for the digital age”, moderada por Daniela Ferreira (CEG, IGOT-ULisboa). Nela participam Luís Carvalho (CEGOT, FEP, Universidade do Porto), Paulo Morgado e Marcos Correia (CEG, IGOT-ULisboa).

Ver programa aqui.