Investigadores Efetivos

Tiago Lopes

Categoria: Investigador efetivo

Formação académica: Doutoramento em Turismo pelo Instituto de Geografia e Ordenamento do Território (Universidade de Lisboa, 2018), Mestrado em Turismo na especialização em Planeamento e Gestão em Turismo de Natureza e Aventura (ESHTE, 2013), Licenciatura em Gestão do Lazer e Animação Turística (ESHTE, 2009).

Grupo de investigaçãoTERRITUR

Email: tiago.lopes@eshte.pt

Interesses de investigação: Planeamento turístico, gestão e qualidade de serviço, experiências criativas na natureza, turismo de aventura, recreação e eventos.

ORCID: 0000-0002-1548-1287

CiênciaVitae: 7A17-65E6-B2FE

Resumo biográfico

Professor Adjunto Convidado na Escola Superior de Hotelaria e Turismo do Estoril (ESHTE). Professor auxiliar na Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias (ULHT). Licenciado em Gestão do Lazer e Animação Turística, mestre e doutorado em Turismo. Investigador efetivo do Centro de Estudos Geográficos do grupo TERRITUR (IGOT-ULisboa). Além da sua carreira docente, trabalhou na área de planeamento turístico, sendo corresponsável pelo desenvolvimento de um gabinete associado à gestão de áreas naturais periurbanas, tendo acumulado funções nas áreas da gestão de projetos, qualidade de serviço e formação de colaboradores. Foi monitor e coordenador de diversas atividades e eventos no âmbito da sua atividade profissional em turismo na natureza.

Susana Cró

Categoria: Investigador Efetivo

Formação académica: Doutorada em Turismo pelo IGOT – Universidade de Lisboa.

Grupo de investigaçãoTERRITUR

Email: srgcro@hotmail.com

Interesses de investigação: Segurança e Perceção do Risco pelos Turistas; Crises e Desastres Ambientais no Sector do Turismo; Investimento Direto Estrangeiro no Sector do Turismo; Fatores Espaciais de Localização de Alojamentos Hoteleiros; Turismo de Eventos; Política de Preços no Sector Hoteleiro; Externalidades negativas provocadas pelo sector do turismo: produção de lixo, consumo de água e impactos na qualidade de vida da população residente; Avaliação dos Programas de Promoção das Agências de Promoção Locais e Nacionais.

ORCID: 0000-0003-0436-9385

CiênciaVitae: 7610-35FB-BE88

Outras ligações:
https://scholar.google.com/citations?user=opFDuRAAAAAJ&hl=pt-PT&oi=ao

Resumo biográfico

Susana Cró doutorou-se em Turismo em 2018 no IGOT, Universidade de Lisboa. Docente no Ensino Superior. É coautora de vários trabalhos publicados na área do turismo, em revistas ISI, nomeadamente Tourism Management, Cornell Hospitality Quarterly, Tourism Geographies, Tourism Management Perspectives, Journal of Vacation Marketing.

José María Fernández

Categoria: Investigador efetivo

Formação académica: Doutor em Geografia (Universidad Complutense de Madrid, Espanha, 2019); Mestrado em Tecnologias da Informação Geográfica (Universidad Complutense de Madrid, Espanha, 2014); Licenciatura em Geografia (Universidad Complutense de Madrid, Espanha, 2013).

Grupo de investigação: ZEPHYRUS

Email: jmfernandez@edu.ulisboa.pt

Interesses de investigação: Geomorfologia glaciaria e periglaciaria, Glaciologia, Paleoclimatologia, Datação por
Exposição de Superfícies, Quaternário, Regiões de Montanha e Polares, Geografia Física.

ORCID: 0000-0002-6948-1530

CiênciaVitae: 851F-AF40-CCA0

Outras ligações: Google Scholar ID; Researcher ID: H-5801-2017; SCOPUS Author ID: 57191173168.

Resumo biográfico

José María Fernández é investigador doutorado no Instituto de Geografia e Ordenamento do Território (IGOT), envolvido no projeto ‘NUNANTAR'(Análise de nunataks como proxies da evolução paleoambiental na Península Antártica). Também é investigador colaborador do Departamento de Geografia da Universidade Complutense de Madrid (Espanha). A sua investigação está focada na aplicação de diferentes métodos em glaciares e paleoglaciares como indicadores de alterações climáticas e proxies de informação paleoclimática: cartografia geomorfológica de detalhe, modelos numéricos físicos para a reconstrução de paleoglaciares em 3D, modelos glacio- climáticos para a reconstrução quantitativa de paleoambientais e datações por isótopos cosmogénicos. A sua participação em vários estágios no Centre Européen de Recherche et d’Enseignement des Géosciences de l’Environnement' (CEREGE, Aix-en-Provence, França) permitiu a aprendizagem e especialização nos procedimentos físicos e químicos do processamento de amostras de rochas em laboratório, para a aplicação de datações por isótopos cosmogénicos ( 10 Be e 36 Cl). Também tem participado em campanhas de campo nas montanhas ibéricas, na península de Tröllaskagi (norte da Islândia) e nas ilhas Shetland do Sul (Antártica). Por fim, faz parte da associação internacional PYRN (Permafrost Young Rresearchers Network).

César Capinha

Categoria: Investigador efetivo

Formação académica: Doutoramento em Ciências do Ambiente (Universidade de Évora, 2012), Mestrado em Sistemas de Informação Geográfica e Modelação Territorial aplicados ao Ordenamento (Universidade de Lisboa, 2009), Licenciatura em Geografia, variante Sistemas de Informação Geográfica (Universidade de Lisboa, 2007).

Grupo de investigação: RISKam

Email: cesarcapinha@campus.ul.pt

Interesses de investigação: Alterações Ambientais Globais; Biogeografia; Invasões Biológicas; Modelação Preditiva; Ciência de Dados e Geocomputação.

ORCID: 0000-0002-0666-9755

CiênciaVitae: 7714-2A88-CDE3

Outras ligações: Scholar ID; ResearchGate; Página pessoal.

Resumo biográfico

Atualmente é investigador FCT do Centro de Estudos Geográficos e membro do núcleo de Investigação “Avaliação e Gestão de Perigosidades e Risco Ambiental” (RISKam). Foi investigador no CIBIO-InBIO, Universidade do Porto (2017-2019), no IHMT, Universidade Nova de Lisboa(2016-2017), no CE3, Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa (2013-2015) e no Zoological Research Museum Alexander Koenin, Bona, Alemanha (2013-2017).
É membro do corpo editorial da revista científica Diversity. Publicou >40 artigos científicos em revistas ISI/WoS.
É investigador principal ou investigador nuclear em projetos relacionados com alterações biogeográficas, invasões biológicas e mapeamento de risco, modelação em tempo-real de dinâmicas ecológicas e epidemiológicas.

Sofia de Almeida

Categoria: Efetiva

Formação académica: Doutorada em Turismo

Grupo de investigação: TERRITUR

Email:  aagua@campus.ul.pt

Interesses de investigação: Desenvolve investigação nas áreas da análise de redes, coopetição, consórcios de marketing hoteleiro; branding na hotelaria e marketing digital. Desde 2019 é investigadora no Territur (Centro de Estudos Geográficos) do Instituto Geografia e Ordenamento do Território, da Universidade de Lisboa.

ORCID: 0000-0003-4561-6776

CIÊNCIA ID: C112-8416-D88A

Scopus

LinkedIn

Resumo biográfico

Doutora em Turismo e Licenciada em Comunicação Empresarial. Atualmente é professora associada na Universidade Europeia (UE), na Faculdade de Turismo e Hospitalidade e docente nas áreas do Marketing Turístico e Hoteleiro, Comunicação Digital & Social Media, Marketing Digital e organização de eventos. A sua colaboração com a UE começou em 2009. De 2004 a 2018 exerceu funções como diretora de Marketing no consórcio de marketing hoteleiro, ARTEH® Hotels & Resorts, cadeia de hotéis independentes com projeção internacional. Anteriormente fez parte do projeto do Observatório do Turismo, organismo tutelado pelo Ministério da Economia, criado com o intuito de sistematizar e divulgar as estatísticas da atividade turística em Portugal. Iniciou a sua carreira em Turismo na TURIHAB – Solares de Portugal. Autora de vários artigos indexados e de livros na área do turismo e da hotelaria.

Isabel Madaleno

Categoria: Investigador Efetivo

Formação académica:

Grupo de investigação: ZOE

Email: isabelmadaleno8@gmail.com

Interesses de investigação: Geografia Tropical, Geografia Urbana, Geografia Cultural, Geografia Socioeconómica, Geografia do Comportamento e das Perceções, Geografia das Religiões, Etnogeografia, Ecologia e Desenvolvimento Sustentável.

ORCID: 0000-0001-6630-3133

Resumo biográfico

Doutorada em Geografia e História pela Universidade de Salamanca, em 1995, os projetos de investigação iniciaram-se no domínio da agricultura urbana, no Brasil, e prosseguiram em 8 outros países da América Latina. Concomitantemente ao estudo da flora útil ao Homem, desenvolveram-se amostragens sobre práticas amigas do ambiente em meios sujeitos a alterações climáticas, como a Amazónia, os desertos costeiros do Chile e do Peru, os Andes e as ilhas do Pacífico Sul. Em 2013, a pesquisa sobre plantas estendeu-se a países asiáticos, nomeadamente cidades costeiras colonizadas por portugueses e espanhóis, como Cochim, Goa, Malaca e Manila. Mais recentemente cruzaram-se os dados sobre flora medicinal, aromática e alimentar, recolhidos nas missões de investigação realizadas nas Américas e na Ásia, com os vernáculos das plantas mencionadas nos manuscritos de cronistas, viajantes e do clero, datadas dos séc. XVI e XVII, a fim de extrair conclusões sobre a sustentabilidade da flora nativa.

Agustin Cocola-Gant

Categoria: Investigador Efetivo

Formação académica: Doutoramento em Geografia Humana, Universidade de Cardiff

Doutoramento em Historia da Arte, Universidade de Barcelona

Grupo de investigação: ZOE TERRITUR

Email: agustincocolagant@campus.ul.pt

Interesses de investigação: Estudos Urbanos, Turismo, Gentrificação, Património Histórico

ORCID: 0000-0003-3395-4233

Outras ligações:
https://scholar.google.pt/citations?user=m4fCcQ4AAAAJ&hl=en
www.agustincocolagant.net

A Cocola Gant

Resumo biográfico

Investigo sobre a economia política das cidades e presto especial atenção à gentrificação, turismo, patrimônio arquitetónico e à geografia urbana histórica. Sou o IR do projeto “SMARTOUR: Turismo, alojamento local e reabilitação”. O projeto explora as ligações entre o turismo e o investimento imobiliário em Lisboa e no Porto, e particularmente investigamos sobre Airbnb e financeirização da habitação, bem como nos impactos sociais do processo.

Go to Top