Categoria: Investigador associado

Formação académica: Licenciatura em Administração de Empresas, Mestrado em Gestão Territorial e Urbanismo, Doutorando em Geografia Humana.

Grupo de investigaçãoTERRITUR

Email: abarreno@campus.ul.pt

Interesses de investigação: Teoria do Ator-Rede; Ecologia Política; Gestão interdisciplinar do risco; Vulnerabilidade das populações afetadas por desastres; Uso e gestão do património nas transformações territoriais; Género e espaço público; Interseccionalidade na análise do espaço público..

ORCID: 0000-0001-7477-4402

CiênciaVitae: C11B-AF45-E456

Outras ligações: ResearchGate

Resumo biográfico

Doutorando em Geografia Humana no Instituto de Geografia e Ordenamento do Território na Universidade de Lisboa. Com interesse na investigação das dinâmicas sócio-territoriais e as transformações inerentes dos espaços urbanos, na procura de desenvolver modelos de análise das dinâmicas humanas, a partir do reconhecimento dos contextos urbanos como sistemas complexos de redes de composição heterogénea, e as relações intrínsecas entre atores humanos e não humanos.
Na dissertação de mestrado (2016) a investigação teve por objetivo analisar a importância dos atores não-humanos nas transformações territoriais, que resultam em novas formas de associação de composição sócio-tecno-natural, como a ativação da economia local e o surgimento de novas vocações territoriais, a través do uso inovador do património e a capacidade de agência do mesmo nas dinâmicas sócio-territoriais.
Na atualidade, o projeto de investigação está focado nas transformações sócio-territoriais provocadas pela agência de geo-eventos que têm o poder de mudar os contextos físicos e as conotações e afetações nos contextos sociais. A investigação tem a finalidade de analisar as transformações das dinâmicas sociais provocadas pelo terramoto de abril de 2016 numa cidade intermédia na Costa do Equador, reconhecendo a capacidade de agência do terramoto nas assemblagens sociais entre atores humanos e não humanos.